Av. Imperatriz Leopoldina, 455 - Rio de Janeiro, RJ | Tel: (21) 4108-7088 - (21) 96740-7424

Notícias da paróquia › 04/10/2019

São Francisco de Assis, rogai por nós!

Hoje, às 19h, será celebrada a Santa Missa em hora de São Francisco de Assis , o santo que desposou a pobreza. Terá a distribuição de água benta para levar para os animais, que esse não poderão ter acesso à igreja.
Francisco nasceu em Assis, na Úmbria (Itália) em 1182. Jovem orgulhoso, vaidoso e rico, que se tornou o mais italiano dos santos e o mais santo dos italianos. Com 24 anos, renunciou a toda riqueza para desposar a “Senhora Pobreza”.

Aconteceu que Francisco foi para a guerra como cavaleiro, mas doente ouviu e obedeceu a voz do Patrão que lhe dizia: “Francisco, a quem é melhor servir, ao amo ou ao criado?”. Ele respondeu que ao amo. “Porque, então, transformas o amo em criado?”, replicou a voz. No início de sua conversão, foi como peregrino a Roma, vivendo como eremita e na solidão, quando recebeu a ordem do Santo Cristo na igrejinha de São Damião: “Vai restaurar minha igreja, que está em ruínas”.

Partindo em missão de paz e bem, seguiu com perfeita alegria o Cristo pobre, casto e obediente. No campo de Assis havia uma ermida de Nossa Senhora chamada Porciúncula. Este foi o lugar predileto de Francisco e dos seus companheiros, pois na Primavera do ano de 1200 já não estava só; tinham-se unido a ele alguns valentes que pediam também esmola, trabalhavam no campo, pregavam, visitavam e consolavam os doentes. A partir daí, Francisco dedica-se a viagens missionárias: Roma, Chipre, Egito, Síria… Peregrinando até aos Lugares Santos. Quando voltou à Itália, em 1220, encontrou a Fraternidade dividida. Parte dos Frades não compreendia a simplicidade do Evangelho.

Em 1223, foi a Roma e obteve a aprovação mais solene da Regra, como ato culminante da sua vida. Na última etapa de sua vida, recebeu no Monte Alverne os estigmas de Cristo, em 1224.

Já enfraquecido por tanta penitência e cego por chorar pelo amor que não é amado, São Francisco de Assis, na igreja de São Damião, encontra-se rodeado pelos seus filhos espirituais e assim, recita ao mundo o cântico das criaturas. O seráfico pai, São Francisco de Assis, retira-se então para a Porciúncula, onde morre deitado nas humildes cinzas a 3 de outubro de 1226. Passados dois anos incompletos, a 16 de julho de 1228, o Pobrezinho de Assis era canonizado por Gregório IX.

A oração de São Francisco de Assis é uma das mais populares da igreja católica. Trazendo em palavras a mensagem do santo, que viveu uma história de entrega e renúncia, sua oração transmite exatamente a nobreza e inspiração que teve em vida.

Conhecido por seu voto de pobreza e servidão aos menos favorecidos, a oração de São Francisco só poderia instigar amor e solidariedade.

São Francisco de Assis, rogai por nós!

Oração de São Francisco de Assis completa
Senhor! Fazei de mim um instrumento da vossa paz.
Onde houver ódio, que eu leve o amor.
Onde houver ofensa, que eu leve o perdão.
Onde houver discórdia, que eu leve a união.
Onde houver dúvidas, que eu leve a fé.
Onde houver erro, que eu leve a verdade.
Onde houver desespero, que eu leve a esperança.
Onde houver tristeza, que eu leve a alegria.
Onde houver trevas, que eu leve a luz.
Ó Mestre, fazei que eu procure mais:
Consolar, que ser consolado,
Compreender, que ser compreendido,
Amar, que ser amado,
Pois é dando que se recebe.
É perdoando que se é perdoado.
E é morrendo que se vive para a vida eterna.
Glorioso São Francisco, Santo da simplicidade, do amor e da alegria.
No céu contemplais as perfeições infinitas de Deus.
Lançai sobre nós o vosso olhar cheio de bondade.
Socorrei-nos em nossas necessidades espirituais e corporais.
Rogai ao nosso Pai e Criador que nos conceda as graças que pedimos por vossa intercessão, vós que sempre fostes tão amigo dele.
E inflamai o nosso coração de amor sempre maior a Deus e aos nossos irmãos, principalmente os mais necessitados.
São Francisco de Assis, rogai por nós.
Amém.

Oração de São Francisco de Assis à Virgem Santíssima
A versão abaixo contempla a oração de São Francisco pedindo pela intercessão de Maria. Nestas preces, ele aproveita para demonstrar e compartilhar sua devoção pela mãe de Jesus.
Salve ó Senhora Santa, Rainha Santíssima,
Mãe de Deus, ó Maria, que sois Virgem feita igreja,
Eleita pelo Santíssimo Pai celestial,
Que vos consagrou por seu Santíssimo e
Dileto Filho e o Espírito Santo Paráclito.
Em vós residiu e reside toda plenitude da graça e todo o bem.
Salve, ó palácio do Senhor!
Salve, ó Tabernáculo do Senhor!
Salve, ó morada do Senhor!
Salve, ó manto do Senhor!
Salve, ó serva do Senhor!
Salve, ó Mãe do Senhor!
E salve vós todas, ó derramadas virtudes santas,
Pela graça e iluminação do Espírito Santo,
Nos corações dos Fiéis, transformando-os de infiéis,
Fiéis servos de Deus!
Amém.

Fonte: Canção Nova e rumo da fé

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Horários das Missas VEJA +

Segunda-feira: 19h - Missa das Luzes
Terça-feira: 15h - Missa de Cura e Libertação
Quarta-feira: 7h - Santa Missa
Quarta-feira, somente na última do mês: 19h30 - Missa de Cura e Libertação
Quinta-feira: 15h - Santa Missa
Sexta-feira: 18h - Adoração
Sexta-feira: 19h - Santa Missa
Sábado: 17h30 - Santa Missa com a liturgia dominical
Domingo: 7h, 10h e 19h - Missas Dominicais

Publicações VEJA +
Enquete