Av. Imperatriz Leopoldina, 455 - Rio de Janeiro, RJ | Tel: (21) 4108-7088 - (21) 96740-7424

Pastoral do Dízimo

O que é o Dízimo?
O dízimo é uma contribuição voluntária, regular, periódica e proporcional aos rendimentos recebidos, que todo batizado deve assumir como obrigação pessoal – mas também como direito – em relação à manutenção da vida da Igreja local onde vive sua fé. O dízimo é uma forma concreta de manifestar a fé em Deus providente, um modo de viver
a esperança em seu Reino de vida e justiça, um jeito de praticar a caridade na vida em comunidade. É ato de fé, de esperança e de caridade. Pelo dízimo, podemos viver essas três importantes virtudes cristãs, chamadas de virtudes teologais, porque nos aproximam diretamente de Deus. O dízimo é compromisso de cada cristão. É uma forma de devolver a Deus, num ato de agradecimento, uma parte daquilo que se recebe. Representa a aceitação consciente do dom de Deus e a disposição fiel de colaborar com seu projeto de felicidade para todos. Dízimo é agradecimento e
partilha, já que tudo o que temos e recebemos vem de Deus e pertence a Deus.

Quanto se deve oferecer de dízimo?
Deve-se ofertar a Deus o que mandar o nosso coração e o que a nossa consciência falar. O Apóstolo Paulo assim escreve:
Dê cada um conforme o impulso de seu coração, sem tristeza nem constrangimento. Deus ama a quem dá com alegria (2 Cor 9,7).

Os israelitas davam dez por cento do que colhiam da terra e do trabalho. Daí vem a palavra dízimo, que significa décima parte, dez por cento daquilo que se ganha. Veja como Deus é bom. Ele lhe dá tudo. Deixa nove partes para você fazer o que precisar e quiser, e pede retorno de somente uma parte. Assim, todos somos convidados a ofertar de fato a décima parte. Mas é importante perceber o seguinte: dízimo não é esmola, nem sobra, nem migalha, pois Deus de nada precisa. Ele quer nossa gratidão. Ele quer que demos com alegria e reconhecimento e liberdade. O
que se dá com alegria faz bem àquele que dá e àquele que recebe.

“Pagai integralmente os dízimos ao tesouro do templo, para que haja alimento em minha casa. Fazei a experiência – diz o Senhor dos exércitos – e vereis se não vos abro os reservatórios do céu e se não derramo a minha bênção sobre vós muito além do necessário.” Malaquias 3,10

Assista o Video

E-mail: dizimo@paroquiasaomarcelino.org.br


Horários das Missas VEJA +

Segunda-feira: 19h - Missa das Luzes
Terça-feira: 15h - Missa de Cura e Libertação
Quarta-feira: 7h - Santa Missa
Quinta-feira: 15h - Santa Missa
Sexta-feira: 18h - Adoração
Sexta-feira: 19h - Santa Missa
Sexta-feira, somente na última sexta do mês: 19h30 - Missa de Cura e Libertação
Sábado: 17h30 - Santa Missa com a liturgia dominical
Domingo: 7h, 10h e 19h - Missas Dominicais

Publicações VEJA +
Enquete